Mães de Brasília

Posts na tag Mães de Brasília.

agosto 19, 2017

Cuidados com as estrias na gravidez

Que eu sempre fui a louca do creme, vocês já sabem. E claro, que durante a gravidez fiquei super preocupada com as tão temidas estrias na barriga e nos seios. Procurei dois dermatologistas que me falaram que não existe creme milagroso, que o ideal é manter a pele hidratada e evitar que a barriga estique demais.
Não quis gastar horrores em cremes caros, que prometem o mundo e dão estrias do mesmo jeito (digo isso, por que vi muitas amigas gastarem com cremes caros e tiveram estrias do mesmo jeito). Optei em continuar mantendo minha pele hidratada, já que tenho a pele do corpo muito seca e em Brasília o clima não ajuda, muito pelo contrário, piora a situação.
Como cheguei ao final da gravidez com apenas duas linhas de estrias em um dos lados da barriga, decidi compartilhar com vocês os produtos que usei durante a gravidez e ainda uso agora, pós gravidez.

No banho, evitei a passar a bucha na barriga e nos seios, pois o atrito com a pele esticada aumenta a chances de aparecer estrias, (escutei isso dos dermatologistas e li na internet tbm), e usei óleo hidratante corporal da Nativa SPA Açaí de OBoticário, adoro esse cheirinho de açaí, mas todos da linha tem cheirinho bom. Óleo de banho, sempre passamos e enxaguamos para tirar o excesso, mas durante a gravidez minha pele ficou ainda mais seca e eu usava sem enxaguar mesmo.

Depois do banho sempre hidratava a pele com cremes, que usei 3 opções: dois hidratantes normais, que eu usava durante o dia e um próprio para estrias na gravidez, que eu usava a noite.
Durante o dia, usei os dois cremes de pele que sempre uso, o NIVEA Milk e os cremes hidradantes da linha Cuide-seBem de oBoticário.

O NIVEA Milk , tem óleo de amêndoas, oferece um cuidado intensivo e hidrata a pele por até 48 hora, é indicado para pele seca e extrasseca. Ele é um creme mais grosso e bem hidratante, mas é um creme de hidrata muito a pele, por isso optei em usar ele durante a gravidez, para deixar minha pele, que já era seca e que ficou mais seca e sensível. Deu super certo! mantive a pele da minha barriga super hidratada, não tive estrias e ele ajudou demais.

Os hidratantes da linha Cuide-se Bem de Oboticário, hidratam bem a pele, não são cremes que deixam a pele oleosa e ainda tem cheirinho bom. Usava ele e depois passava o creme de gestante na barriga, por cima dele.

O Umiditá Gestante, usei por indicação do meu ginecologista, que disse que ele era bom para hidratar bastante a pele da barriga para evitar estrias. Ele ajuda na prevenção de estrias durante a gravidez e não tem cheiro nenhum, o que é bom para as gestantes que enjoam muito.
Achei ele bom, mas acho que o custo benefício dele não é lá essas coisas, tanto que quando ele acabou não comprei outro e fiquei usando só os hidratantes mencionados à cima.

O importante não é o valor do creme hidratante que você usa e sim a rotina de cuidados com a pele da barriga, durante a gestação. Porque, deixar a pele seca, desidratada dá estrias; coçar a pele, dá estrias; usar roupas grossas e apertadas, dá estrias… e por aí vai. Essa questão de ter estrias ou não, depende de muitas coisas que vão além de só hidratar.
Eu não engordei, minha barriga não cresceu muito e eu tinha pele para a barriga crescer. Pois esticar demais a pele, mesmo com muita hidratação, ainda sim as danadas das estrias vão aparecer.
Mas como eu não sou dermatologista, não posso falar o que eu não sei rs, por isso é importante procurar um para auxiliar as gestantes que querem tomar todos os cuidados para não terem ou prevenirem as estrias.


Foto tirada no dia que fui para o hospital ganhar o Bernardo, com 9 meses. A foto não tem photoshop, é só para mostrar que não tive estrias.

Espero que tenham gostado do post, foi realmente o que eu usei durante minha gestação e tive bons resultados.

agosto 14, 2017

Livro A Agenda da Gravidez, usei e gostei

Assim que eu descobri que estava grávida, queria um diário para registrar tudo que acontecesse nesse momento tão especial. Como vocês já sabem, minha gravidez foi bem difícil (link aqui), mas mesmo assim, não deixou de ser especial.

Procurei na internet por modelos de diários e em livrarias algum pronto. O que mais gostei foi esse – A Agenda da Gravidez – de Christine Harris. Um guia do dia a dia (com informações práticas e conselhos úteis), para uma gravidez saudável e feliz.

O livro é no estilo de agenda, que tem todos os dias da gestação, no estilo de guia, com informações por dia, local para colocar a data e local para anotações. Ele é separado por trimestre e em local para ir colocando informações da gravidez, como peso, cintura, enjoos, apetite e outras coisas.

Gostei muito das informações diárias que o livro tem, e adorei poder ter uma agenda para escrever tudo sobre a gravidez. Com certeza, vou guardar com muito carinho, e quem sabe, se eu engravidar de novo, vou poder comparar uma gravidez com a outra, já que a gente esquece de muita coisa.

Informações do Livro
A gravidez é um tempo muito especial em sua vida. E este livro é um companheiro muito especial para sua gravidez. Aqui você acompanhará cada detalhe do crescimento do seu bebê e vai saber a cada dia o que está acontecendo com ele e com você. Isso fará com que você se sinta ainda mais próxima dele. Aqui também você encontrará dicas sobre a alimentação e os cuidados necessários tanto a você quanto ao seu bebê. E ao mesmo tempo, enquanto acompanha passo a passo o desenvolvimento de seu filho e as transformações em seu corpo de grávida, você poderá também anotar seus pensamentos e preocupações. E fará desta agenda um livro único sobre sua gravidez e bebê – um livro que você poderá guardar para sempre e mostrar para ele/ela quando crescer. Um livro que toda futura mamãe deve ter.
Dr. A. Christine Harris é professora de Psicologia, cordenadora do Women’s Studies Program e autora do livro Child Development.

julho 14, 2017

Terceiro trimestre de gestação – os piores 9 meses da minha vida!

Quem me acompanha aqui e no instagram @FlaviaKitty, sabe que eu enjoei demais na gravidez. Mas não foi só enjoos, eu enjoei de comida, não consegui comer quase nada, meu estômago passou a rejeitar vários tipos de alimentos e quase tudo o que eu comia, eu vomitava ou me dava dor de barriga. Sem falar que eu ficava tonta e desmaiava por qualquer coisa.

Praticamente parei minha vida durante esses noves meses. Não pude fazer atividade física, parei de trabalhar por que eu não tinha nenhuma concentração e passava mal demais, mas como trabalho home office foi uma decisão mais fácil, quase não saía de casa e tudo isso mexeu demais comigo. Sempre fui muito ativa, determinada e de repente me vi frágil e sem ânimo para nada.

O que me dava forças para não reclamar muito e ter paciência, era saber que meu filhote chegaria para deixar tudo cheio de felicidade.
Passei mal até o dia de ganhar o Bernardo rs.
Marquei a cesariana para o dia 18 de junho de 2017, um domingo às 08h da manhã, no Hospital Santa Marta aqui de Brasília. Tudo ocorreu super bem, mas vou contar detalhes no post sobre o parto e sobre a chegada do meu filhote.



Ultima foto que tirei grávida 18/06/17 às 06h00

Cheguei ao final desses 9 meses tendo a certeza de que não quero passar por isso nunca mais na minha vida, confesso que não quero ter só um filho, mas só o tempo dirá se vou me arriscar de novo.

Escrevo esse post 17 dias após o nascimento do Bernardo e ainda não consigo comer qualquer coisa, o que o meu estômago rejeitava na gravidez, voltou ao normal, mas as comidas que eu enjoei não consigo comer mais. Mas como tudo na vida tem o lado bom, o bom de tudo isso é que a gordinha aqui vai emagrecer ainda mais rs.

Finalizei a gravidez com 6 quilos à menos, do peso que eu tinha no dia que descobri que estava grávida. Não ter engordado nada e ter enjoado de comida teve muitos pontos positivos durante a gravidez. Minha saúde ficou 100% boa, não tive inchaço, nem pressão alta, nem diabetes… Não perdi minha mobilidade, pude abaixar e fazer as coisas sem sentir dores e o melhor de tudo, o Bernardo ficou bem e com muita saúde.

E a gravidez chegou ao fim!!!