julho 14, 2017

Terceiro trimestre de gestação – os piores 9 meses da minha vida!

Quem me acompanha aqui e no instagram @FlaviaKitty, sabe que eu enjoei demais na gravidez. Mas não foi só enjoos, eu enjoei de comida, não consegui comer quase nada, meu estômago passou a rejeitar vários tipos de alimentos e quase tudo o que eu comia, eu vomitava ou me dava dor de barriga. Sem falar que eu ficava tonta e desmaiava por qualquer coisa.

Praticamente parei minha vida durante esses noves meses. Não pude fazer atividade física, parei de trabalhar por que eu não tinha nenhuma concentração e passava mal demais, mas como trabalho home office foi uma decisão mais fácil, quase não saía de casa e tudo isso mexeu demais comigo. Sempre fui muito ativa, determinada e de repente me vi frágil e sem ânimo para nada.

O que me dava forças para não reclamar muito e ter paciência, era saber que meu filhote chegaria para deixar tudo cheio de felicidade.
Passei mal até o dia de ganhar o Bernardo rs.
Marquei a cesariana para o dia 18 de junho de 2017, um domingo às 08h da manhã, no Hospital Santa Marta aqui de Brasília. Tudo ocorreu super bem, mas vou contar detalhes no post sobre o parto e sobre a chegada do meu filhote.



Ultima foto que tirei grávida 18/06/17 às 06h00

Cheguei ao final desses 9 meses tendo a certeza de que não quero passar por isso nunca mais na minha vida, confesso que não quero ter só um filho, mas só o tempo dirá se vou me arriscar de novo.

Escrevo esse post 17 dias após o nascimento do Bernardo e ainda não consigo comer qualquer coisa, o que o meu estômago rejeitava na gravidez, voltou ao normal, mas as comidas que eu enjoei não consigo comer mais. Mas como tudo na vida tem o lado bom, o bom de tudo isso é que a gordinha aqui vai emagrecer ainda mais rs.

Finalizei a gravidez com 6 quilos à menos, do peso que eu tinha no dia que descobri que estava grávida. Não ter engordado nada e ter enjoado de comida teve muitos pontos positivos durante a gravidez. Minha saúde ficou 100% boa, não tive inchaço, nem pressão alta, nem diabetes… Não perdi minha mobilidade, pude abaixar e fazer as coisas sem sentir dores e o melhor de tudo, o Bernardo ficou bem e com muita saúde.

E a gravidez chegou ao fim!!!

0 comentários . Comentar

Deixe um comentário