setembro 20, 2018

Tendências de prata – Saiba como arrasar com joias de prata em qualquer ocasião

Durante muito tempo a prata foi vista como um dos materiais de menor prestígio em relação a outros como o ouro e a platina. Ficando restrita durante longos períodos aos visuais mais básicos, hoje essa matéria prima se coloca como uma das principais tendências para as próximas estações, se adequando perfeitamente a qualquer tipo de produção. Quer saber como usar seu anel, colar e brinco de prata com muito mais estilo? Vem com a gente!

Joias em prata: versatilidade, leveza e jovialidade
As jóias e acessórios em geral têm como função principal valorizar os detalhes da produção, sejam eles as peças de roupa escolhidas ou os diferentes aspectos da maquiagem. Se você também é uma apaixonada por acessórios, vai saber bem que existem várias regrinhas que estão caindo por terra, como a velha história de nunca misturar itens de dois materiais diferentes. Com a prata não está sendo diferente: se antes ela era menos valiosa e, portanto, menos bela que o ouro, agora ela disputa o primeiro lugar no ranking das favoritas.

Nas peles de tons quentes e amarelados, os diversos modelos de anéis, brincos e colares de prata ajudam a criar um contraste, destacando o brilho moderno e elegante do material. Já nas peles frias, a prata proporciona glamour e luminosidade na medida certa, principalmente quando combinada com pedras e outros detalhes coloridos, muito utilizados na confecção de brincos delicados.

Indispensáveis no guarda-roupa: quais acessórios de prata escolher?
É normal que as primeiras jóias de prata comecem a aparecer no seu guarda-roupa ainda durante a infância-adolescência. Nesse momento, os brincos de prata pequenos devem ser os protagonistas, já que são mais leves, resistentes e possuem riscos menores de alergias em relação às bijuterias.

Entre a adolescência e a juventude, a dica é investir no conjunto de brinco e colar que facilita as combinações e cria visuais super harmônicos. Além disso, esse é o melhor momento para criar o hábito de obter e cuidar das suas joias. Ao comprar em conjuntos, você vai aumentando a coleção mais rapidamente, tendo de bônus o benefício de aprender a utilizar seus diferentes modelos de brincos, pulseiras, anéis e colares de forma criativa.

Da vida adulta em diante, é o momento de fazer suas apostas em acessórios mais especiais e elaborados. Nesse momento, os brincos de prata para o dia a dia deixam de ser tão pequenos e básicos, ganhando versões mais longas e com designs únicos. Tanto para o trabalho quanto para um evento especial como um casamento, um par de brincos de pedras ou uma gargantilha solitária podem ser aquela escolha certeira, capaz de impressionar a todos com o seu bom gosto e uso impecável dos acessórios.

Rose gold + Prata: tendência!

“Ah, mas não é bom misturar mais de um tipo de material em um único visual” ES-QUE-CE! Como nós já falamos ali em cima, essa é regrinha entrou em completo desuso. Usá-la é como dizer que biquíni é só pra quem é tem corpo padrão ou que baixinha e vestido longo não combinam. Inclusive, a tendência é justamente essa: misturar a prata e um outro material para criar toques de cor e elegância em todo o look.

E quando falamos de outro tipo de metal, damos destaque especial ao tão amado rose gold, que chegou para ganhar nossos corações definitivamente. O tom rosado combinado com o brilho prateado criam um conjunto capaz de acender os tons de pele, dando destaque ao pontos mais iluminados do corpo. A dica tanto para os diferentes tipos de prata quanto para o rose gold é levá-los para perto do rosto com chokers e brincos femininos, já que próximos à face esses metais ajudam a realçar o ar de saudável do rosto enquanto destacam a região dos olhos.

Tipos de prata? O que é isso?
Quando nos referimos à “prata”, acabamos generalizando um universo de ligas e misturas que formam diferentes tipos de prata. Em geral, a versão mais conhecida no mundo é a prata 925, composta por 92,5% de prata e 7,5% de liga metálica, essa matéria-prima oferece brilho, resistência e durabilidade, quesitos que a colocam entre as melhores opções no quesito custo-benefício. Apesar de ser a mais popular, a prata 925 não e a única: há outras variantes como a prata 1000, a prata 950, entre outras, todas variando em resistência, coloração e, claro, no preço. E porque essa informação é relevante? Bom, ela é determinante para que você escolha peças bonitas, que caibam no seu orçamento e que integrem seu guarda-roupa durante muitos anos sem perder a qualidade.

De volta para o futuro: a prata na moda como tendência futurista

Muito além dos acessórios, a prata integra o mundo da moda já tem centenas de anos e a previsão é que continue em alta por muito tempo. Afinal, nada mais futurista do que esse material. Quando imaginamos as roupas do futuro, é fácil visualizar os materiais holográficos e metalizados em tons de prateado. Se você sempre se perguntou quando finalmente iríamos começar a usar aquele visual, talvez a resposta tenha chegado: agora mesmo! Os diferentes tons de prateado bombaram no último semestre de 2017 e pretendem voltar com tudo sem data de validade.

Se você sempre reservou os tons de prata e dourado para os visuais noturnos, saiba que está na hora de ousar: com combinações mais básicas como jeans e t-shirt, os acessórios de prata fazem toda a diferença nos looks para trabalhar, ir à faculdade e até mesmo para aproveitar ao máximo aquele passeio com a sua paquera sem ficar “too much”! Dá até para montar um lookinho todo baseado nesse tom, olha só:

Agora que você já sabe como montar diferentes produções usando suas joias de prata, está esperando o que para arrasar no visual? Lembre-se de adquirir as peças em lojas que ofereçam qualidade e confiança, além de manter seus brincos, colares e pulseiras de prata sempre bem cuidados para diminuir a oxidação. Curtiu nossas dicas? Bora colocá-las em prática!

junho 08, 2018

O Boticário traz opções exclusivas de presentes para o Dia dos Namorados

O Boticário sempre manda bem nos kits para tornar o Dia dos Namorados mais especial. Os kits foram desenvolvidos especialmente para surpreender e encantar nessa data recheada de amor.

Com o tempo cada vez mais escasso para dedicarmos ao que e a quem gostamos, não é difícil querer aproveitar cada segundo quando estamos com alguém especial do lado. Os tempos são outros, algumas crenças mudaram e aquela velha história de fazer joguinhos para conquistar o crush ficou ultrapassado. Bonito mesmo é olho no olho, é não ter medo de falar sobre sentimentos e demonstrar o amor de forma genuína. Por isso, nesse Dia dos Namorados O Boticário convida os casais a se abrirem para o amor e começarem a dizer mais ‘sim’ do que ‘não’.

A marca preparou uma variedade de kits e presentes em uma seleção de itens para todos os gostos e bolsos, que vão de R$29,90 até R$259,90. As opções, em edição limitada, contam com caixas sofisticadas e modernas além de acessórios exclusivos e chegam às lojas, revendedoras e ao e-commerce www.boticario.com.br nos próximos dias. São mais de 7 presentes com uma embalagem personalizada para encantar os (as) apaixonados (as), sem contar no lançamento de duas novas fragrâncias da linha Egeo – o Red e o Blue.

Entre os kits, estão as linhas de grande sucesso em perfumaria feminina como Lily, Floratta in Gold, Egeo e Glamour Secret Black. Já os masculinos incluem o kit MEN, Quasar e Malbec.

Conheça as opções de kits de O Boticário para este Dia dos Namorados.

Eu escolhi o kit Malbec para presentear o marido e vou entregar amanhã no café da manhã para ele. Vou postar tudo lá no instagram @FlaviaKitty

maio 30, 2018

Tipos de Calças

Quem não ama uma calça?!?!?!?!? São super práticas, confortáveis e tem várias opções de modelos para arrasar no look.
Eu sou a louca da calça jeans e da calça de moletom. Quer me ver feliz é me dar de presente uma calça de moletom bem folgadinha rs (só moletom em casa).

Daí decidi fazer um post e mostrar para vocês, a grande variedade de modelos de calças.

Skinny: esse modelo é totalmente justo ao corpo, desde a coxa até o tornozelo. “Ela também é longa e, na maioria das vezes, fica levemente franzida quando chega no pé”, destacou a stylist. A calça skinny é sempre feita em jeans.

Cigarrete: se assemelha à skinny, mas pode ser feita de vários tecidos. “Ela também é justa e vai afunilando na direção da barra. Esse estreitamento é visível”, destacou. O comprimento chega até o ossinho do tornozelo.

Boca de sino: sucesso dos anos 1970, a boca de sino é justa na coxa e começa a alargar um pouco acima do joelho. “A abertura da boca costuma ser bem exagerada”, explicou a stylist.

Flare: “é a boca de sino mais moderna, mas mantém sua característica principal, a boca larga”, explicou Amanda. Esta é uma versão mais sequinha e sem proporções exageradas na barra. Ela é justa até o joelho e abre discretamente em direção ao pé.
Fuseau ou fusô : é uma calça que se afunila em direção à barra e também é totalmente colada ao corpo. “A principal característica da calça fusô é a alça que deve ser colocada na sola do pé”, destacou.

Legging: “é quase como uma variação da fusô, só que sem o ‘pézinho'”, disse. A legging pode ter vários comprimentos, desde barra na região do joelho até a que chega à canela. Algumas têm tecidos apropriados para a academia, outros podem ser usados no dia a dia ou até em festas. “Neste caso, o tecido dita a ocasião.”

Reta: “é o modelo mais básico que existe. O corte de toda a perna é reto, não tem variação”, disse. Esse modelo permite que a cintura seja alta ou não. Segundo Amanda, é um modelo que devemos tomar cuidado na hora de comprar para que a cintura não fique sobrando.

Capri: “ao contrário do que muitas mulheres pensam, a calça capri tem como uma das características principais o afunilamento em direção à barra”, explicou. Além disso, elas têm comprimento que podem ir do meio da canela até a altura do tornozelo.

Cropped: é um modelo com a barra mais curta, na parte superior da canela. “Algumas mais compridas podem ser transformadas ao terem a barra dobrada”, destacou. Ela pode ser adaptada a qualquer modelo de calça.

Cargo: “hoje elas são uma variação das famosas calças dos anos 90, que eram bem largas e usadas com camisetas justas”. Atualmente, a calça cargo aparece, na maioria das vezes, justa, em tons de verde e com bolsos nas laterais.

Saruel: “ela tem origem oriental e é bem larguinha no gancho, além de ser baixo”, explicou a stylist. Muitas vezes o “cavalo” é tão baixo que ela se torna uma ‘calça-saia’. São feitas de tecidos leves para não dar volume nessa região.

Boyfriend: são calças jeans femininas, mas com um corte largo, gancho baixo e, na maioria das vezes, são “detonadas”. “Esse é o modelo que faz parecer que você literalmente pegou a peça do seu namorado”, disse.

Clochard ou cenoura: significa “mendigo” em francês. O modelo tem o quadril solto e vai se afunilando na perna. “Uma das principais características dessa calça são as pregas abaixo do cós”, destacou.

Pantalona: “é sofisticada e geralmente tem a cintura alta”. Ela é totalmente solta e mais larga do que qualquer outro modelo. Ela pode ser reta (e larga) ou larga no quadril e ainda mais solta em direção à barra.

Social: “são usadas para situações mais formais e devem vir acompanhadas de um blazer do mesmo tecido. É o que forma o famoso ‘terninho'”, disse. Elas geralmente são retas e vincadas.

Alfaiataria: “é quase a social, mas mais moderna. Pode ser combinada com peças mais descontraídas e até mesmo camisetas”. Elas também são feitas de tecidos mais finos, mas podem ser mais justas e terem algumas aplicações.

Harem: são inspiradas nos modelos de calças das odaliscas, com cintura marcada, pernas amplas e presas no tornozelo. “Elas geralmente são presas com um elástico na barra.”

No site da Dresslily achei muitos modelos lindos de calças. Para ver mais, clique aqui.

Fonte: Texto dos tipos de calças, Site Terra, Imagens: site Dresslily e Google imagens.